Artigos
Compartilhar
Unidades prisionais de Tefé e Maués, no AM, estão previstas para 2012

 Fonte: g1.globo.com

 Secretaria de Estado de Justiça e Direitos Humanos (Sejus) garantiu, nesta terça-feira (6), a entrega das duas novas unidades prisionais dos municípios de Maués e Tefé, no interior do Amazonas, para o primeiro semestre de 2012. As obras têm investimentos de cerca de 700 mil reais cada. As unidades terão vagas para 125 presos.

Segundo a Sejus, a estrutura física dos novos presídios é composta de quatro celas para encontro íntimo, dez celas individuais, 19 coletivas (para seis pessoas) e uma cela para pessoas com deficiência. Também serão erguidas edificações para atendimento de visitantes, emergências médicas, oficinas, salas de aula e refeitório.

Além de Tefé e Maués, projetos para unidades em Humaitá, Manacapuru e Humaitá se encontram sob análise do Departamento Penitenciário Nacional (Depen).

Um balanço do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), divulgado em novembro, apontou dados preocupantes no sistema carcerário do Amazonas. Em inspeções às unidades prisionais do Estado, juízes do Tribunal de Justiça do Amazonas (Tjam) encontraram problemas na infraestrutura, esgotos a céu aberto e falta de segurança. Agentes penitenciários relataram ainda o uso de drogas dentro dos presídios.

Segundo o relatório, os juízes definiram o estado da Unidade Prisional de Tefé como de calamidade e consideraram "deprimente". As grades estão soltas, paredes balançam, há infiltrações no presídio e o local apresenta ainda um esgoto com fezes a céu aberto. A situação é semelhante nas unidades prisionais de Parintins, Coari e Manacapuru.

Segundo o secretário-executivo da Secretaria de Estado da Justiça (Sejus), coronel Bernardo Encarnação, a construção de novas unidades deverá resolver a situação dos presídios no Estado. Além de Tefé e Maués, a Sejus tem projeto projeto de construção de unidades em Humaitá, Manacapuru e Urucará. Em Manaus, deverá ser construída uma cadeia feminina no Km 8 da BR-174.