Artigos
Compartilhar
Informativo Anamages - 31/07/2013

Dilma Rousseff nomeia novos ministros do STJ

 

O desembargador Paulo Dias de Moura, do Tribunal de Justiça de São Paulo, a juíza Regina Helena Costa, do Tribunal Regional Federal da 3ª Região, e o procurador Rogério Schietti Machado Cruz, do Ministério Público do Distrito Federal, foram nomeados pela presidenta Dilma Rousseff para o cargo de ministro do Superior Tribunal de Justiça (STJ).

 

Eles foram escolhidos para ocupar as vagas dos ministros Massami Uyeda, Teori Albino Zavascki e Cesar Asfor Rocha, respectivamente. A nomeação foi publicada no Diário Oficial da União desta terça-feira (30). Ainda não há data prevista para a posse.

 

Paulo Moura é graduado pela Faculdade Católica de Direito de Santos (1976), tem graduação lato sensu pela Universidade de Guarulhos (2010), mestrado e doutorado em direito pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo. É diretor do curso de direito e professor titular da Universidade de Guarulhos.

 

Regina Helena Costa possui mestrado e doutorado em direito do estado, com concentração na área de direito tributário pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, onde é livre-docente. Tem experiência nas áreas de direito tributário e direito administrativo. Por concurso, tornou-se magistrada federal em 1991 e, em 2003, passou a integrar o TRF da 3ª Região, sediado em São Paulo.

 

Continue lendo...

 

STJ aumenta valor de danos morais por falta de autorização para cirurgia

 

Uma usuária de plano de saúde, que foi internada de emergência mas teve o procedimento médico não autorizado porque não havia superado ainda o prazo de carência estabelecido em contrato, receberá indenização por danos morais. O valor indenizatório foi aumentado por decisão do ministro Raul Araújo, do Superior Tribunal de Justiça (STJ).

 

A empresa Amil Assistência Médica Internacional Ltda. recusou-se a arcar com os gastos decorrentes de laparotomia de emergência, alegando que o contrato firmado com a beneficiária ainda se encontrava dentro do prazo de carência.

 

A decisão de primeira instância considerou que o prazo de carência previsto em contrato de plano de saúde não pode prevalecer quando se trata de procedimento cirúrgico de emergência, pois passa a ser abusivo e contraria o sistema de proteção ao consumidor. Após o reconhecimento do direito à cobertura, a beneficiária entrou com ação para compensação dos danos morais sofridos, que resultou em indenização de R$ 3 mil.

 

O Tribunal de Justiça do Distrito Federal reafirmou o entendimento de que a recusa do plano de saúde foi abusiva e reconheceu que, ao negar autorização para o procedimento emergencial em momento delicado da vida da usuária, gerou uma angústia que vai além do desconforto causado pelo inadimplemento, o que configura dano de ordem moral. Contudo, entendeu que o valor da indenização determinado anteriormente era suficiente e não precisava ser recalculado.

 

Continue lendo...

 

Magistrados têm até esta quarta para informar sobre julgamento de ações de improbidade

 

Termina nesta quarta-feira (31/7) o prazo para que magistrados estaduais e federais informem à Corregedoria Nacional de Justiça quantos e quais processos relativos à Meta 18 (improbidade administrativa e crimes contra a administração pública) aguardam andamento há mais de 100 dias. O pedido de informações foi feito pelo corregedor Nacional de Justiça, ministro Francisco Falcão, no dia 25 de junho por meio de ofício encaminhado à Corregedoria de todos os 27 Tribunais de Justiça (TJs) e dos cinco Tribunais Regionais Federais (TRFs).

 

O prazo para envio das informações terminaria no dia 10 de julho, mas foi prorrogado até o dia 31 por decisão do corregedor nacional interino, conselheiro Guilherme Calmon. A Meta 18 prevê que sejam julgados até o fim deste ano todos os processos de improbidade administrativa e de crimes contra a administração pública que entraram na Justiça até dezembro de 2011.

 

De acordo com o ofício encaminhado aos tribunais, os dados sobre as ações que aguardam andamento há mais de 100 dias devem ser lançados na planilha de produtividade disponibilizada no Sistema Justiça Aberta, um sistema disponível no portal do CNJ em que os cidadãos podem acompanhar a produtividade das unidades judiciais. Os magistrados terão ainda de informar à Corregedoria Nacional o número de cada um desses processos

 

Agilidade - O lançamento das informações é de responsabilidade dos juízes responsáveis pelos processos de improbidade administrativa e crimes contra a administração pública. A ideia é verificar a taxa de congestionamento específica nesse grupo de ações e, a partir desse levantamento, adotar medidas que possam conferir agilidade ao julgamento destes casos.

 

Continue lendo...

 

Leia outras notícias

 

Lei sobre drogas deve mudar para evitar penas desproporcionais à mulher

A legislação sobre drogas no Brasil é genérica e deixa o juiz sem critérios para distinguir o grande do pequeno traficante. A crítica é da juíza Telma de Verçosa Roessing, da Vara de Execuções de Medidas e Penas Alternativas de Manaus/AM, que defende alterações legislativas para evitar condenações desproporcionais. ?Realmente não há como comparar a mulher que é flagrada levando …
Leia mais →

 

 

Eliana Calmon defende autonomia funcional e orçamentária das escolas judiciais

A ministra Eliana Calmon, diretora-geral da Escola Nacional de Formação e Aperfeiçoamento de Magistrados Ministro Sálvio de Figueiredo (Enfam), conclamou as escolas judiciais de todo o país a trabalharem por sua autonomia funcional e orçamentária. A magistrada abriu na tarde desta segunda-feira (29) o encontro entre a Enfam e os coordenadores pedagógicos de 22 escolas judiciais federais e estaduais. O evento, …
Leia mais →

 

 

PGR questiona alterações em lei sobre licença ambiental na Bahia

A Procuradoria Geral da República (PGR) ajuizou, no Supremo Tribunal Federal (STF), a Ação Direta de Inconstitucionalidade (ADI) 5014, em que questiona alterações efetuadas pela Lei Estadual 12.377/2011 em dispositivos da Lei 10.431/2006, do Estado da Bahia, que dispõe sobre Política Estadual de Meio Ambiente e de Proteção à Biodiversidade. Os principais questionamentos dizem respeito ao acréscimo de dois incisos …
Leia mais →

 

 

Pais devem fazer adaptações cabíveis para levar filhos para creche

A 5ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul negou provimento a embargo de declaração em apelação cível em mandado de segurança sobre matrícula de criança em creche. O embargante reivindicava matrícula em creche próxima de sua residência, o que também foi negado pelo juiz da inicial e confirmado pelo voto do relator, Des. Luiz Tadeu …
Leia mais →

 

 

Liminar suspende cobrança de renovação automática de assinatura

O juiz de direito do Juizado Especial Adjunto de Bataguassu, Alessandro Leite Pereira, concedeu liminar a R.C.V.P.S. para determinar que uma empresa de comunicações suspenda a cobrança de valores na fatura do cartão de crédito da autora em decorrência de assinatura de revista, cobrada após o vencimento do contrato, por renovação automática. De acordo com os autos, a autora firmou …
Leia mais →

 

 

Concurso para magistratura: candidatos com deficiência deverão fazer perícia médica nesta semana

Os candidatos do XLV Concurso para Ingresso na Magistratura de Carreira do Estado do Rio de Janeiro que concorrem às vagas para pessoas com deficiência deverão comparecer à perícia médica nesta quarta (31/7), quinta (1/8) e sexta-feira (2/8). O Aviso nº 05/2013, que trata do assunto, foi publicado hoje, dia 30/7, no Diário da Justiça Eletrônico. O agendamento está previsto …
Leia mais →

 

 

Emerj debate o redimensionamento da tutela sumária

A Escola da Magistratura do Estado do Rio de Janeiro (Emerj), através do Fórum Permanente de Especialização e Atualização do Direito e do Processo Civil, presidido pelo desembargador Jorge de Miranda Magalhães, promove, no dia 10 de setembro, a palestra “O novo processo civil brasileiro: o redimensionamento da tutela sumária”, que será proferida pelo professor e advogado Daniel Mitidiero. O …
Leia mais →

 

 

Consumidoras atropeladas por carrinhos de supermercados ganham direto à indenização

A 9ª Câmara Cível do TJRS condenou a Companhia Zaffari por descuido na condução de carrinhos de supermercado, em esteira rolante, que provocou ferimentos em duas consumidoras. Caso As partes autoras foram até o supermercado e optaram por utilizar as esteiras rolantes, quando se depararam com 50 carrinhos no topo da esteira, que logo a seguir simplesmente despencaram, atropelando as …
Leia mais →

 

 

Ministro do STF mantém restrições para juízes em eventos patrocinados

Débora Santos, da TV Globo O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Celso de Mello negou nesta segunda-feira (8) pedido feito por associações de magistrados e manteve a regra imposta pelo Conselho Nacional de Justiça, que proíbe juízes de participarem de eventos patrocinados quando não forem palestrantes, conferencistas ou moderadores. Está em vigor desde abril uma resolução do CNJ que …
Leia mais →

 

 

Amazonas realiza casamento homoafetivo após regra do CNJ

O primeiro casamento homoafetivo celebrado por juiz de Direito no Amazonas após o Conselho Nacional de Justiça (CNJ) publicar a Resolução nº 175, que proíbe cartórios de negarem a união entre pessoas de mesmo sexo, ocorreu na última sexta-feira (26/7) no 8º Cartório de Registro Civil de Pessoas Naturais de Manaus. O juiz Luís Cláudio Cabral Chaves, da 4ª Vara …
Leia mais →

 

 

Prazo para inscrições no seminário de execução fiscal realizado pelo TJDFT se encerra nesta terça-feira

Os interessados em participar do seminário Execução Fiscal: Conciliação, Modernidade e Justiça, promovido pelo Tribunal de Justiça do Distrito Federal e Territórios (TJDFT), têm até esta terça-feira (30/7) para se inscrever no evento por meio do site da Corte Distrital. O seminário reunirá ministros, magistrados, procuradores e representantes do Governo do Distrito Federal (GDF) para debater a utilização de métodos …
Leia mais →