Artigos
Compartilhar
Presídio de Campo Grande, para onde Nem será transferido, já abrigou Fernandinho Beira-Mar

FONTE : http://noticias.r7.com/r

O traficante Antônio Francisco Bonfim Lopes, o Nem da Rocinha, será transferido neste sábado (19) para o Presídio Federal de Campo Grande, o mesmo que, até o ano passado, abrigou o traficante Fernandinho Beira-Mar, conhecido como um dos maiores traficantes de armas e drogas da América Latina.

De acordo com o diretor da penitenciária Washingotn Clark, Nem deve permanecer em uma área isolada, conhecida como triagem, por pelo menos 20 dias. Ainda segundo Clark, o tratamento que será oferecido a Nem é o mesmo dispensado aos demais detentos que estão na unidade, uma das quatro mantidas pelo Depen (Departamento Penitenciário Nacional) no país.

Saiba por que ninguém foge dos presídios de segurança máxima no Brasil

Veja as fotos da prisão do traficante

Conforme informou a a assessoria de imprensa do Depen, o objetivo da triagem é realizar exames médicos nos presos, além de estudar o prontuário do detento, para confirmar a sua periculosidade. Nesse período, será determinado para qual ala o preso será destinado. Também durante a triagem, os presos ficam isolados dos demais, mas têm direitos assegurados como banho de sol e visita do advogado.

Atualmente há na unidade de Campo Grande 113 presos, todos ocupando individualmente uma das 208 celas de 7 m². As unidades são monitoradas 24 h por câmeras que transmitem informações para duas centrais, uma na própria unidade e outra na sede do Depen, em Brasília.

Transferência

O pedido de transferência de Nem foi feito pelo Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro e autorizado pela Justiça Federal nesta sexta-feira (18). A presidência do TJ/RJ afirmou que Nem não poderia permanecer no Rio. Também serão transferidos Anderson Rosa Mendonça, conhecido como Coelho, Valquir Garcia dos Santos, o 'Carré', e Flávio Melo dos Santos. Todos serão transportados em um avião da Polícia Federal.

Beira-Mar em Campo Grande

O traficante Fernandinho Beira-Mar também já cumpriu pena no Presídio Federal de Campo Grande. Ele ficou três anos detido no local e foi transferido no dia 18 de dezembro de 2010 para a penitenciária federal de Catanduvas, no Paraná.

Homem de confiança de Fernandinho Beira-Mar é morto no Rio

No dia 8 de fevereiro deste ano, Beira-Mar foi novamente transferido, desta vez para a unidade de Mossoró, no Rio Grande do Norte.