Artigos
Compartilhar
Informativo Anamages - 04/07/2013

Relação afetiva deve prevalecer sobre o vínculo genético

 

As relações socioafetivas podem prevalecer sobre os vínculos biológicos ou formais, sendo construídas pelo convívio, mas jamais por imposição genética ou legal. Com esse entendimento, a 7ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul (TJRS) negou, por unanimidade, pretensão de exclusão de paternidade.

 

O autor, que viveu anos ao lado da mãe da ré, inclusive tendo com ela outra filha, alegou que, após já estarem separados, a ex-companheira confessou que a primogênita, hoje com quase 30 anos, não era filha biológica dele. Segundo o autor, depois disso, não foi mantido nenhum vínculo entre os litigantes, já que ele foi residir em outro Estado. Solicitou, assim, a exclusão do seu nome do registro civil da ré.

 

O processo tramitou na Comarca de Caxias do Sul, onde o pedido foi indeferido. Inconformado, o autor recorreu ao TJRS.

 

Decisão

 

Ao analisar o caso, a relatora, Desembargadora Sandra Brisolara Medeiros, considerou que, apesar de ter sido comprovado que o autor não é o pai da ré, por meio de realização de exame de DNA, deve ser analisada a existência, ou não, de vínculo afetivo entre eles. É assente na atualidade, no âmbito do direito de família, como seu princípio norteador, o entendimento de que as relações socioafetivas podem prevalecer sobre os liames biológicos ou formais, na medida em que as relações familiares extrapolam estes limites, sendo construídas dia após dia, ou seja, desenvolvidas emocional e psicologicamente pelo convívio, mas jamais por imposição legal ou natural (genética).

 

Continue lendo...

 

Petição eletrônica passará a ser obrigatória no STJ

 

O Superior Tribunal de Justiça (STJ) publicou nesta quarta-feira (3) a Resolução 14/2013, que regulamenta o processo judicial eletrônico e determina que petições iniciais e incidentais sejam recebidas e processadas exclusivamente de forma digital. Com mais de 95% do total dos processos no STJ tramitando digitalmente, a obrigatoriedade do uso do meio eletrônico nas petições já era esperada e chega para simplificar e agilizar o acesso à Justiça.

 

A implementação da medida será em duas etapas. Na primeira, os advogados terão 90 dias, a partir da data da publicação, para se preparar para o peticionamento eletrônico em conflito de competência, mandado de segurança, reclamação, sentença estrangeira, suspensão de liminar e de sentença e suspensão de segurança. A segunda fase será executada no prazo de 280 dias, quando todos os demais processos relacionados na resolução passam a exigir petição digital.

 

A obrigatoriedade não se aplica a processos que ainda tramitem na forma física, ações e procedimentos de investigação criminal restritos e feitos de classe específica, como habeas corpus, ação penal, revisão criminal e representação.

 

Continue lendo...

 

Prazo de escutas telefônicas é matéria com repercussão geral reconhecida

 

Foi reconhecida, no Supremo Tribunal Federal (STF), a existência de repercussão geral da matéria tratada no Recurso Extraordinário (RE) 625263, no qual se discute a possibilidade de se renovar sucessivamente a autorização de interceptação telefônica para fins de investigação criminal, sem limite definido de prazo. A Lei 9.296/1996, que regulamenta a interceptação telefônica, define que as escutas devem ser determinadas por meio de decisão judicial fundamentada, não podendo exceder o prazo de 15 dias, renovável por igual período, quando comprovada a indispensabilidade desse meio de prova. A Constituição Federal, por sua vez, permite em seu artigo 136 a quebra de sigilo telefônico (reconhecido como uma garantia fundamental) em caso de decretação de estado de defesa, cuja duração não será superior a 30 dias, podendo ser prorrogado uma vez.

 

Segundo o relator do recurso extraordinário, ministro Gilmar Mendes, a questão discutida no processo é constitucional e "transcende interesses meramente particulares e individuais das partes envolvidas no litígio, restando configurada a relevância social, econômica e jurídica da matéria". Ao votar pela existência de repercussão geral no caso, o relator ressaltou que "a solução a ser definida por este Tribunal balizará não apenas este recurso específico, mas todos os processos em que se discute o tema". Ele lembrou ainda que a "jurisprudência [do STF] tem se manifestado sobre o assunto, admitindo, em algumas hipóteses, a possibilidade de renovação do prazo das interceptações telefônicas".

 

Continue lendo...

 

Leia outras notícias

 

 

Senado aprova três novos ministros para o Tribunal

 

O plenário do Senado Federal confirmou nesta quarta-feira (3) os nomes de três novos ministros para o Superior Tribunal de Justiça (STJ). Paulo Dias de Moura Ribeiro, Regina Helena Costa e Rogério Schietti Machado Cruz devem agora ser nomeados pela Presidência da República, antes de tomar posse nos novos cargos. Os três indicados foram sabatinados pela Comissão de Constituição, Justiça e …

 

 

 

 

Presidente do TJRS fala à Unidade de Imprensa sobre promoção e remoção de magistrados

 

Em entrevista concedida nesta quarta-feira (3/7) à Unidade de Imprensa do TJRS, o Presidente do Tribunal de Justiça do Estado, Desembargador Marcelo Bandeira Pereira afirmou que as movimentações previstas para as vagas de Porto Alegre, Santa Maria e quatro para Comarcas de Entrância Intermediária devem ocorrer a partir da metade do mês de julho. O Presidente destacou ainda que os …

 

 

 

 

Questionada lei sobre divulgação de doadores de campanha após eleições

 

A Procuradoria Geral da República (PGR) ajuizou Ação Direta de Inconstitucionalidade (ADI 4989) no Supremo Tribunal Federal (STF) contra regra da Lei das Eleições (Lei 9.504/1997) que desobriga partidos e candidatos de indicarem os nomes dos doadores e respectivos valores repassados para as campanhas nas duas primeiras prestações de contas parciais apresentadas antes do pleito. De acordo com a parte …

 

 

 

 

STF recebe ação contra prática de vaquejada no Ceará

 

O ministro Marco Aurélio é o relator da Ação Direta de Inconstitucionalidade (ADI 4983) em que a Procuradoria Geral da República (PGR) pede ao Supremo Tribunal Federal (STF) que suspenda a eficácia de lei estadual que regulamenta a prática da vaquejada no Ceará. A ação foi ajuizada pela PGR para contestar a integralidade da Lei estadual nº 15.299/2013, que estabelece …

 

 

 

 

Demonstrativo de valores pode instruir ação monitória

 

É possível a instrução de ação monitória com documento denominado “demonstrativo de valores gerados no período contratual”. O entendimento é da Quarta Turma do Superior Tribunal de Justiça (STJ), ao julgar recurso do HSBC Bank Brasil S/A. A instituição bancária ajuizou ação monitória contra a Comercial de Produtos Alimentícios Doces Vita Ltda., objetivando cobrança de dívida decorrente de contratos de …

 

 

 

 

Sobrestamento de recurso repetitivo não impede execução provisória

 

A Segunda Turma do Superior Tribunal de Justiça (STJ) revogou liminar em medida cautelar que suspendia a execução provisória de título judicial contra a Caixa Econômica Federal (CEF). O Tribunal Regional Federal da 1ª Região (TRF1) havia concedido a liminar para dar efeito suspensivo a recurso especial da instituição financeira, que se encontra sobrestado à espera de julgamento de recurso …

 

 

 

 

Interação informatizada entre o Judiciário e o Ministério Público começa a ser acompanhada

 

A 1ª reunião do Comitê Técnico Gestor do Modelo Nacional de Interoperabilidade do Poder Judiciário e do Ministério Público (MNI) foi realizada na terça-feira (3/7), na sede do Conselho Nacional de Justiça (CNJ). O grupo vai acompanhar a interação entre os sistemas informatizados do Poder Judiciário, do Ministério Público, da advocacia e da defensoria pública. Essa interligação eletrônica pretende, ao …

 

 

 

 

CNJ e Governo do DF discutem melhorias no atendimento a detentos com transtornos mentais

 

Com o objetivo de discutir melhorias no atendimento aos detentos portadores de transtornos mentais no Distrito Federal (DF), o Conselho Nacional de Justiça (CNJ) reúne-se, a partir das 14h30 desta quinta-feira (4/6), em Brasília/DF, com representantes dos ministérios da Justiça e da Saúde, do governo do DF, do Ministério Público e da Defensoria Pública. A reunião, na sede do CNJ, …

 

 

 

 

Governo atrasa inauguração de unidades de internação de jovens do DF

 

O Governo do Distrito Federal (GDF) pretende concluir até novembro os compromissos assumidos com o Conselho Nacional de Justiça (CNJ) no sentido de ampliar o número de vagas para adolescentes em conflito com a lei. A criação de novas vagas para abrigar jovens que cometeram algum ato infracional estava prevista para maio deste ano, conforme acordo firmado entre o Conselho …

 

 

 

 

Judiciário pernambucano realiza encontros de combate à corrupção

 

O Tribunal de Justiça do Estado de Pernambuco (TJPE) realizará uma série batizada como Encontros Regionais de Combate à Corrupção. Os eventos, que reunirão juízes e servidores de todo o Estado, integram o conjunto de ações deflagradas pelo Poder Judiciário Pernambucano para viabilizar o cumprimento da Meta 18 do Conselho Nacional de Justiça (CNJ). O 1º Encontro ocorrerá no Fórum …